terça-feira, 4 de janeiro de 2011

A minha casa é o meu castelo, o meu palácio e a minha prisão. A minha casa é o meu coração

  Infelizmente não tenho memórias da minha primeira casa, a casa onde nasci e onde vivi até aos três anos.
   Na minha segunda casa vivi  até aos onze anos.
   Aos dez anos, a televisão  entrou lá em casa e na minha vida.
   Maria de Lurdes Modesto apresentava nessa época  um programa de culinária na RTP.
    A minha  irmã  experimentava as receitas que viamos na televisão e eu ajudava-a executando as tarefas mais enfadonhas. Essas experiências nem sempre corriam bem,  por serem demasiado complicadas, e acabavam,muitas vezes, no caixote do lixo.
   Na terceira casa, onde vivi a adolescência e o inicio da idade adulta, comecei a aventurar-me pelo mundo da culinária, as experiências continuaram, mas já com grande sucesso.
    Foi nessa casa que se criaram os meus sobrinhos para quem preparei doces e bolos de aniversário maravilhosos.  
    Estou agora na quarta casa, aquela onde vivo há mais anos, aqui cheguei à maturidade. Nesta casa, que é também a dos meus sobrinhos, e onde eles se tornaram adultos, sou feliz cozinhando    para   eles e para toda a familia.    
    Vou apresentar-vos as receitas que  ao longo dos anos  fizeram, e continuam a fazer, as delicías da família e dos amigos.

Sem comentários:

Publicar um comentário